Desempenho dos Negócios


No ano de 2010, a Itaúsa e suas controladas apresentaram resultados consistentes. Com participações nas áreas industrial e financeira, o lucro líquido em IFRS da Itaúsa foi de R$ 4.417 milhões – crescimento de 1,3% em relação a 2009, com rentabilidade de 18,0% sobre o patrimônio líquido médio. O patrimônio líquido totalizou R$ 26.302 milhões em 31 de dezembro de 2010, o que representa um aumento de 13,4% no ano. Destacamos que o lucro líquido da Itaúsa antes dos ajustes em IFRS (BRGAAP) foi de R$ 4.953 milhões – crescimento de 26,0% em relação ao ano anterior – e rentabilidade de 23,0% sobre o patrimônio líquido médio.

Destacamos ainda que os incentivos e benefícios obtidos junto ao Governo, pelas empresas do Conglomerado Itaúsa, tais como: Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT), Fundo da Criança e do Adolescente, Lei Rouanet; linhas de financiamentos – Fundiest e Fundopen, redução nas alíquotas de impostos, entre outros, somaram R$ 386,8 milhões no ano de 2010.

Principais indicadores da Itaúsa – em R$ milhões, exceto onde indicado
  Controladora Não Controladores Conglomerado
  2009 2010 2009 2010 2009 2010
BRGAAP            
Lucro Líquido  3.930  4.953  7.812  9.714  11.742  14.667
Patrimônio Líquido  19.786  23.743  38.170  44.424  57.956 68.167
ROE Médio % 21,5 23,0 22,3 23,7 22,1 23,4
IFRS            
Lucro Líquido  4.362  4.417  387  596  4.749  5.013
Patrimônio Líquido  23.190  26.302  2.649  2.877  25.838  29.179
ROE Médio % 20,6 18,0 20,7 23,4 21,2 19,5


Resultados  por lote de mil ações – em R$
  2009 2010 Var. Abs. Var. %
Lucro Líquido da Controladora – BRGAAP  0,93  1,14  0,20  21,9
Valor Patrimonial da Controladora – BRGAAP  4,55  5,43  0,88  19,3
Lucro Líquido da Controladora – IFRS  1,03  1,01  (0,02)  (2,1)
Valor Patrimonial da Controladora – IFRS  5,21  6,01  0,80  15,3
Juros sobre o Capital Próprio e Dividendos  0,28  0,33  0,04  15,1
Preço da Ação PN  11,83  13,14  1,31  11,1
Capitalização de Mercado – em R$ milhões  51.411  57.478  6.067  11,8


Principais indicadores das empresas do Conglomerado (R$ milhões)    
  Janeiro a Dezembro BRGAAP   Ajustes entre
BRGAAP e IFRS
IFRS
ÁREA DE SERVIÇOS
FINANCEIROS
ÁREA INDUSTRIAL CONSOLIDADO/
CONGLOMERADO (2)
CONSOLIDADO/
CONGLOMERADO (2)
Itaú Unibanco
Holding S.A.
Duratex
S.A. (1)
Itautec
S.A.
Elekeiroz S.A.
Ativos Totais 2010  755.112  5.011  1.079  640  764.211  (488.576)  275.635
2009  608.273  4.336  1.294  584  615.961  (402.457)  213.504
Receitas Operacionais 2010  120.510  2.742  1.795  851  123.695  (75.753)  47.942
2009  111.994  1.930  1.872  571  117.369  (71.513)  45.856
Lucro Líquido 2010  13.323  442  3  47  14.667  (9.654)  5.013
2009  10.067  178  54  4  11.742  (6.993)  4.749
Patrimônio Líquido 2010  60.879  2.624  520  477  68.167  (38.988)  29.179
2009  50.683  2.331  496  443  57.956  (32.118)  25.838
Rentabilidade Anualizada sobre o Patrimônio Líquido Médio (%) 2010 24,1% 17,9% 2,5% 9,9% 23,4%  -   19,5%
2009 21,4% 7,8% 11,4% 0,9% 22,1%  -   21,2%
Geração Interna de Recursos (3) 2010  37.201  839  76  86  35.943  (20.569)  15.374
2009  37.887  301  35  (14)  36.013  (19.577)  16.436
Os dados de 2009 contemplam reclassificações efetuadas, pelas respectivas empresas, quando da divulgação das demonstrações contábeis relativas ao exercício de 2010.
(1) Receita Operacional e Lucro Líquido referentes a 2009, incluem o resultado de janeiro a agosto da Duratex, e de setembro a dezembro da Duratex + Satipel.
(2) Os dados do Consolidado/Conglomerado apresentam valores líquidos das eliminações de consolidação e dos resultados não realizados de operações intercompanhias.
(3) Refere-se aos recursos provenientes das operações obtidos pela Demonstração dos Fluxos de Caixa.



As principais alterações da adoção do IFRS estão demonstradas no quadro abaixo:

Reconciliações entre BRGAAP e IFRS (em R$ milhões, exceto onde indicado) Ativo Total Patrimônio Líquido Lucro Líquido
  31/12/2009 31/12/2010 31/12/2009 31/12/2010 2009 2010
Consolidado antes dos ajustes de IFRS  615.961  764.211  57.956  68.167  11.742  14.667
Ajustes entre BRGAAP e IFRS  (402.457)  (488.576)  (32.118)  (38.988)  (6.993)  (9.654)
Consolidação Proporcional do Itaú Unibanco  (398.487)  (483.988)  (36.044)  (42.084)  (7.424)  (9.128)
Operações de Crédito  1.159  679  1.159  679  196  (513)
Reconhecimento da Totalidade de Crédito Tributário  827  595  838  595  (83)  (239)
Planos de Pensão e de Saúde  573  44  573  44  169  76
Combinação de Negócios  1.029  717  1.029  717  148  (303)
Ativos Biológicos  203  219  203  219  (4)  34
Dividendos Excedentes  -  -  380  445  -  -
Outros  (7.761)  (6.842)  (256)  397  4  419
Consolidado em IFRS  213.504  275.635  25.838  29.179  4.749  5.013
Atribuível aos acionistas não controladores      2.649  2.877  387  596
Atribuível aos acionistas controladores      23.189  26.302  4.362  4.417


Os valores apresentados em "Ajustes entre BRGAAP e IFRS" na tabela da página anterior, são decorrentes basicamente da adoção dos CPCs abaixo, que trazem as principais alterações da adoção do IFRS. Todo o descritivo dos ajustes efetuados estão disponíveis na nota explicativa 2b das demonstrações contábeis completas, que fazem parte desta publicação.


A seguir, estão destacados os principais eventos por empresa onde os números citados, quando retirados das demonstrações contábeis, referem-se aos valores em IFRS (International Financial Reporting Standards) para as empresas da área industrial. Na área financeira, os valores do Itaú Unibanco referem-se ao modelo em BRGAAP.


topo